Home + Notícias da Página Principal Dário Saad é eleito prefeito de Campinas

Dário Saad é eleito prefeito de Campinas

Dr. Dário Saad é eleito novo prefeito de Campinas

O candidato Dário Saadi do partido Republicanos, é o novo prefeito eleito de Campinas, em eleição realizada neste domingo (29-nov) no segundo turno para os próximos quatro anos (2021-2024), com 222.030 votos no total ( 57,07% dos votos válidos). O vice de Dário será Wanderley de Almeida, o Wandão (PSB).

O político, que ocupava o cargo de secretário Municipal de Esportes até junho deste ano, recebeu o apoio do atual prefeito, Jonas Donizette (PSB). Ele votou na Escola Cônego Manoel Garcia, no bairro Bonfim, e depois acompanhou a apuração no comitê da candidatura.

O candidato derrotou Rafa Zimbaldi (PL), que ficou em segundo lugar e somava 42,73% dos válidos, o que equivale a 160.970 votos.

Votos e % Candidato
222.030 57,07% Dário Saadi (PRB)
166.995 42,93% Rafa Zimbaldi (PL)
TOTAL
VÁLIDOS BRANCOS NULOS ABSTENÇÕES
546.136
389.025 (71,23%) 45.524 (8,34%) 111.587 (20,43%) 297.297 (35,25%)

Trajetória política
Nascido em Pedregulho (SP), Dário Saadi tem 58 anos, é solteiro, pai de dois filhos e médico urologista. Ele mudou-se para Campinas em 1982, quando ingressou na Faculdade de Medicina da PUC-Campinas. Ao concluir a graduação, passou no concurso do Hospital Municipal Mário Gatti.

Entre 1992 e 1993, foi presidente da unidade de saúde, nomeado pelo ex-prefeito Magalhães Teixeira. Na primeira vez em que foi candidato a vereador, em 1992, tornou-se suplente. Nas eleições seguintes, em 1996, foi eleito. Reelegeu-se em 2000, 2004 e 2008. Além dos quatro mandatos, que somam 17 anos como parlamentar, também foi presidente do Legislativo municipal entre 2005 e 2006. Gestor na área da saúde, ex-vereador e Secretário de Esportes e Lazer por Campinas, entre 2015 a 2020.

Além dos candidatos do Republicanos e do PL, outros 12 disputaram a Prefeitura de Campinas neste ano: Pedro Tourinho (PT), Artur Orsi (PSD), Wilson Matos (Patriota), Delegada Teresinha(PTB), Alessandra Ribeiro (PCdoB), Dr. Hélio (PDT), Rogério Parada (PRTB), André Von Zuben (Cidadania), Rogério Menezes (PV), Prof Ahmed Tarique Agio (PMN), Laura Leal (PSTU) e Edson Dorta (PCO).