Home + Notícias Benefícios do cacau e chocolate para a saúde; confira

Benefícios do cacau e chocolate para a saúde; confira

O cacau, principal ingrediente do chocolate, tem vários benefícios para a saúde como um todo. O fruto possui fibras, vitaminas do complexo B, vitamina C e sais minerais como fósforo, potássio, cálcio, zinco e magnésio.

Estudos da Universidade de Linkoping, na Suécia, demonstraram que o cacau pode ser usado no tratamento e controle de ataques cardíacos e hipertensão. Catequinas e procianidinas, antioxidantes encontrados no cacau, seriam as responsáveis por inibir uma enzima conhecida por elevar a pressão arterial e desencadear quadros cardiovasculares.

Melhora a saúde bucal  :  O cacau – sem aditivos de conservantes ou açúcares – tem antioxidantes que realmente podem auxiliar na prevenção e tratamento de doenças do coração e diabetes. Os flavonóides presentes no cacau apresentam efeito anti-inflamatório, vasodilatador, além de inibir a agregação plaquetária podendo contribuir no tratamento.

O cacau também ajuda a melhorar o humor. Os flavonóides estimulam a liberação de endorfinas, que são neurotransmissores responsáveis pela sensação de bem-estar e também eleva os níveis de serotonina, hormônio associado ao bem estar, contribuindo para a melhora do humor.

Cacau também faz bem para o sistema nervoso e para a memória. Os mesmo flavonóides que ajudam no humor também agem em outras partes do corpo. Eles podem melhorar as funções cognitivas, devido um efeito sobre a oxigenação cerebral. O fruto também pode agir como um filtro solar natural. A boa concentração dos polifenóis neutralizam a ação dos radicais livres gerados pela radiação. Isso protege a pele do envelhecimento precoce e, consequentemente, do câncer. Porém não se deve passar no corpo. A ação é pela ingestão regular.

Outro feito do cacau: cientistas da Universidade de Georgetown, nos Estados Unidos, divulgaram que as procianidinas presentes nele possuem propriedades que guardariam as células intestinais das degenerações dos tumores. As células nervosas também são auxiliadas por outro composto do cacau, a epicatequina. Entre outras coisas, isso reduziria danos cerebrais após acidente vascular cerebral.

O cacau ajuda no alívio das dores e sintomas da TPM. O indicado é comer de 20 a 30 gramas por dia. Com preferência para o chocolate meio amargo ou 70% cacau.

O cacau também é indicado para os atletas. Na Universidade do Texas, nos Estados Unidos, pesquisadores concluíram que leite com chocolate pode recuperar o corpo de uma atividade. Os carboidratos e proteínas são os responsáveis por esse benefício. E mais: o cacau está relacionado com o aumento de energia e resistência durante atividades físicas. A anandamina, uma endorfina natural que o corpo produz após atividades físicas, também conhecida como “felicidade química”, só é encontrada no cacau.

É na versão chocolate que o cacau se apresenta na sua forma mais conhecida e atraente. No entanto, ele também pode ser consumido em pó ou em polpa. Em pó, é utilizado em diversas preparações culinárias – incluindo a bebida sugerida para os atletas -, sendo bem mais nutritivo e contendo menos gordura e açúcar do que o chocolate em pó ou o achocolatado. Com a polpa pode-se preparar sucos, geleias, vinhos, vinagres, iogurtes, doces e sorvetes.

E, atenção, chocólatras: o chocolate tem consumo liberado, mas a quantidade ingerida deve ser controlada. É bom lembrar que não é qualquer chocolate que faz bem, e isso depende muito da quantidade ingerida e do tipo escolhido. O amargo traz mais benefícios à saúde porque é feito com cacau puro e sem a gordura do leite. Então, melhor aqueles com mais de 70% cacau. O chocolate ao leite e o branco têm maior concentração de açúcar e gordura saturada.

Alguns estudos mostram efeitos benéficos do cacau em relação à melhora da resistência à insulina em diabéticos, porém ainda não existe um consenso relacionado à quantidade recomendada. E esse grupo de pessoas deve ter cuidado com os chocolates diet, pois eles possuem somente um baixo teor de açúcar, que é compensado com maior concentração de gordura e mesmo valor calórico que o chocolate ao leite. O mais indicado é o meio amargo. Receitas com cacau são sempre bem vindas à saúde, principalmente quando não há exageros e toma-se cuidado com a quantidade de açúcar envolvida no preparo.